terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

CARACTERÍSTICAS DA COMPETIÇÃO DE GINÁSTICA ARTÍSTICA

Como é de senso para todos nós, as principais competições internacionais são ambicionadas por todos os ginastas pois representam o topo da Ginástica Artística. Os Campeonatos da Europa (CE), os campeonatos do Mundo (CM) e os Jogos Olímpicos (JO), realizam-se de 4 em 4 anos e são as competições mais importantes para a modalidade.
Os CE, CM e JO são constituídos por um quadro competitivo de quatro concursos distintos com características e objectivos muito próprios. São designados por concurso I (CI), concurso II (CII), concurso III (CIII) e concurso IV (CIV) e definem o vencedor de cada competição.

Concurso I (CI): o objectivo deste concurso é a qualificação para o CII, CIII e CIV e na qual participam todos os atletas inscritos.
O CM que antecede os JO define as equipas e os ginastas individuais que vão participar nos JO, considerando os resultados obtidos no CI.

Concurso II (CII): é a final individual geral na qual participam os 36 (em CM e JO), 24 (em CE) melhores ginastas do CI.

Concurso III (CIII): a competição II é a final por provas, onde é definida a classificação individual de cada uma das provas. Estarão qualificados para esta competição os oito ginastas que obtiveram as pontuações mais altas ca CI, em cada uma das provas, sendo assim uma final por aparelhos.

Concurso IV (CIV): desta fase participam as oito equipas que obtiveram as pontuações mais elevadas na CI.
Todas estas normas são utilizadas para a avaliação dos exercícios efectuados em todos os aparelhos à exepção do salto no cavalo. Neste aparelho a classificação dos saltos está descrita no CP por um valor que representa a nota de partida e está sujeita a penalizações de execução. A avaliação limita-se à execução de um salto nos Concursos I, II e IVe dois saltos no Concurso III. As notas são dadas de forma independente e a nota média será a nota final do aparelho (Carvalho J., 2009).

Sem comentários:

Enviar um comentário