terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

BREVE HISTÓRIA DA GINÁSTICA ACROBÁTICA

Os Desportos Acrobáticos tiveram origem em actividades lúdicas, de lazer e circenses, de animação, como forma de desafiar a gravidade. Em qualquer uma das actividades o dinamismo, a força, a coordenação motora, a flexibilidade, as habilidades de salto e equilíbrio estavam presentes. Segundo Carvalho (2009) a palavra "akrobats", de origem grega, deriva de "akros" e traduz um sujeito que dança e faz jogos de equilíbrio.
Segundo Carbinatto et al (s/d) a Ginástica Acrobática é conhecida desde 2300 a. C. no Egipto, através de formas percursoras, onde se registaram algumas pinturas ilustrativas. Também desde as épocas remotas, na Grécia e na China, muitos povos dedicavam-se a práticas idênticas, entre as quais construções de pirâmides humanas (França). Os gregos usavam-nas nos antigos Jogos Olímpicos; os Romanos, por razões militares, treinando os seus soldados para escalarem as paredes das cidades que atacavam (Fodero et al, 1989). Segundo Carvalho (2009) e França foi através do alargamento do Império Romano que a ginástica, enquanto forma acrobática, se expandiu.
Após a leitura de diversos documentos, percebe-se que ao longo da Idade Média as actividades circenses, as festas populares, entre outros eventos, tornavam-se cada vez mais profissionais. Mas foi apenas no séc XX que esta actividade se tornou num desporto, desenvolvendo-se imenso, sobretudo nos países de leste, realizando-se a primeira competição na URSS, em 1934 (Carvalho, J.; França, L.).
Após estes improtantes passos, em 1973, surgiu a Federação Internacional de Desportos Acrobáticos. Desde a criação desta primeira organização oficial, vários grupos e associações se filiaram à Federação. Segundo Carvalho (2009), em 1934 foi criada a Federação Europeia de Desportos Acrobáticos, devido à imensa actividade que se exercia na Europa.
Em Portugal a Ginástica Acrobática tem origem recente e em actividades masculinas designadas pela expressão "Forças Combinadas" (Carvalho, J. e França L.). O "pai" da Ginástica Acrobática em Portugal, o Professor Robalo Gouveia, teve uma enorme influência devido aos bons resultados que os seus pupilos do Exército obtinham nas provas estrangeiras. Foi através das suas excelentes capacidades que Portugal pertenceu desde cedo à Federação Internacional de Desportos Acrobáticos.

Sem comentários:

Enviar um comentário